Coluna

As patologias da coluna têm acometido um número cada vez maior de pessoas. Essas alterações podem comprometer de forma importante a qualidade de vida dos pacientes, causando dor, dificuldade para caminhar, perda de força nos membros, interferir na capacidade de trabalho, prejudicar o sono, influenciar em questões psicológicas, entre muitos outros sintomas. Para que o diagnóstico correto seja alcançado e o tratamento adequado instituído, é essencial uma investigação cuidadosa, detalhada e humana, feita por profissionais capacitados auxiliados pela mais moderna tecnologia.

Para isso, o corpo de especialistas em patologias da coluna da Rede Mater Dei de Saúde conta com médicos qualificados e atualizados com treinamento extenso tanto no Brasil quanto no exterior, capazes de realizar desde o atendimento inicial até as cirurgias mais complexas, incluindo procedimentos minimamente invasivos. Além disso, a Rede Mater Dei de Saúde apresenta uma estrutura física, pessoal e tecnológica de ponta.

O grupo de especialistas em Coluna também presta suporte em tempo integral ao pronto socorro das duas unidades da rede Mater Dei de Saúde. Dessa forma, os casos de urgência e emergência são abordados de forma rápida, dinâmica e eficiente. Assim, estes casos mais graves podem ser operados em questão de horas, o que dá ao paciente uma melhor chance de recuperação mais eficiente.

Alem disso, há o constante apoio e cooperação de uma equipe multidisciplinar composta de fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutrólogos, nutricionistas, psicólogos, além das mais diversas especialidades médicas e de outras áreas da saúde.  O objetivo é otimizar o atendimento com a mais alta qualidade.

Dispomos de vasta experiência no tratamento das patologias da coluna sendo mandatória a constante atualização dos profissionais com cursos e eventos científicos no Brasil e exterior.

Dentre as patologias da coluna mais comuns podemos citar:

Lombalgia

Nome dado a dor na região lombar, “dor na parte inferior das costas”. Termo inespecífico que relata um sintoma, mas não define a causa da dor. Cerca de 80% da população poderá ter esta queixa pelo menos uma vez na vida. Fatores mecanico-posturais e degenerativos (artrose) representam as causas mais comuns da dor. Porém, diversas outras causas menos comuns podem ser evidenciadas, sendo necessário muito cuidado na investigação. Assim, quando há dor de maior intensidade, características atípicas ou por tempo prolongado, recomenda – se avaliação médica. Na maioria das vezes métodos não cirúrgicos são suficientes para o tratamento adequado.

Hérnia de disco

Representa uma das principais causas de dor nas costas com irradiação para os membros, sendo mais comuns na coluna lombar e cervical. Pode ocorrer um extravasamento do conteúdo gelatinoso do disco intervertebral com compressão da medula espinhal, cauda equina ou de uma raiz nervosa. A maioria é de tratamento conservador (medidas não cirúrgicas). Entretanto, e,m alguns casos a cirurgia pode ser necessária. Se preciso operar, a equipe de Cirurgia da coluna doa Rede Mater Dei de Saúde está preparada com as mais diversas técnicas. Inclusive, quando indicado, técnicas minimamente invasivas.

Cervicalgia

Dor na região cervical (pescoço). Assim como a lombalgia, não aborda a origem do problema e sim um sintoma (dor). Dessa forma, é necessário acompanhamento médico para determinar a causa e o melhor tratamento. Assim como ocorre na lombalgia, no mundo moderno, influencias referentes a ergonomia inadequada no trabalho, sobrepeso, esforços inadequados ou indevidos, sedentarismo, alem do manuseio de dispositivos eletrônicos podem contribuir para esta queixa. Mais uma vez, o tratamento não cirúrgico e eficiente na maior parte dos casos.

Fratura

As fraturas da coluna podem ser causadas por traumas de alta energia (ex: acidentes de transito) ou baixa energia (ex: queda da própria altura). Nos casos de fraturas mais simples o tratamento usualmente e feito com medicações, imobilização com cinta ou colete e restrição de atividades. Entretanto, nos casos mais graves, principalmente quando há lesão neurológica, o tratamento cirúrgico pode ser necessário. Em muitos casos, é possível o tratamento cirúrgico com técnicas minimamente invasivas.

Escoliose

Curvatura lateral da coluna que pode acometer crianças, adolescentes e adultos. Existem diversas causas possíveis da escoliose, como as congênitas, degenerativas, as relacionadas a processos dolorosos, quadros posturais, entre outros. Temos também a chamada Escolioe idiopática, a qual ainda não tem causa definida pela literatura médica. Para o diagnóstico é necessária avaliação médica precisa, inclusive com radiografia que englobe toda a coluna vertebral. A identificação precoce dessa alteração facilita o tratamento, evitando em muitos casos a necessidade de cirurgia.

Tumores

A coluna Vertebral representa o principal sítio de Metástase óssea (tumor que começa em outro local e se espalha no osso) no esqueleto. Assim, em casos suspeitos de tumores primários e metastático, a equipe de Coluna da Rede Mater Dei de Saúde esta preparada para fazer uma investigação diagnóstica precisa em busca do tratamento mais eficiente. Logicamente a abordagem deste paciente e multidisciplinar (associação de especialidades médicas e de outras áreas da saúde). O diagnóstico precoce é muito importante em busca de melhores resultados no tratamento.

Outras Patologias

Outras patologias como infecções, doenças congênitas, doenças osteometabólicas, entre outras diversas, fazem parte das possibilidades diagnósticas nos pacientes com queixas referentes a coluna. A equipe de Cirurgia da Coluna da Rede Mater Dei de Saúde está preparada e atualizada constantemente para o atendimento dos mais diversos casos.

Especialistas

Dr. Luiz Cláudio M. França

Especialidade(s): Coluna

CRMMG: 28780 TEOT: 6241

Rua Paracatu n° 878 - sala 802
31 3295-6291

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, o ortopedista é coordenador do Serviço de Ortopedia e Traumatologia e também da Cirurgia de Coluna da Rede Mater Dei de Saúde. Com fellowship em cirurgia da coluna pela  Rush Presbyterian – St. Luke`s, Chicago – EUA – e treinamento em cirurgia da coluna pela Cleveland Clinic – EUA, França e Alemanha – o médico é membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, da Sociedade Brasileira de Coluna, da NASS- North American Spine Society e da AO Spine. Dr Luiz Cláudio já foi membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia de Minas Gerais e da Comissão de Capacitação Profissional da Sociedade Brasileira de Coluna.

Dr. Rafael Gonçalves Duarte

Especialidade(s): Coluna

CRMMG: 41762 TEOT: 11281

Rua Paracatu, 878, 8º andar, Conjunto 802, Belo Horizonte – MG
31 3295 6291 ou 31 3295 1712

Graduado em medicina pela Universidade de Ribeirão Preto, o médico fez residência em Ortopedia e Traumatologia no Hospital Mater Dei, especialização em Cirurgia da Coluna no Centro Mineiro de Cirurgia da Coluna e fellowship em Cirurgia da Coluna Vertebral na Universidade de Kanazawa, Japão. Desde 2015 é Coordenador da Especialização Médica de Ortopedia e Traumatologia da Rede Mater Dei de Saúde. Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, da Sociedade Brasileira de Coluna e da AO SPINE, o médico é desde 2015 examinador Oficial da SBOT Brasil na prova anual de obtenção de titulo de especialista em Ortopedia e Traumatologia e Integrante do Fórum de Preceptores SBOT.  Com diversos cursos em seu currículo, o médico esteve nos Estados Unidos para curso “Deformidades de Coluna” no Florida Hospital – Nicholson Center – Celebration e “Advanced Techniques in Spine Surgery (Cadaveric Course)” Auduban, PA. Também participou de diversos cursos de “Cirurgia Endoscópica de Coluna” sendo um em Dusseldorf – Alemanha, outro em Bogotá na Colombia e um terceiro no Rio de Janeiro. Dr Rafael também realizou o curso teórico prático “Coluna Vertebral: Técnicas Avançadas em Cirurgia da Coluna Minimamente Invasiva”, em São Paulo.

Dr. André Moreira Castilho

Especialidade(s): Coluna

CRMMG: 48775 TEOT: 12629

Rua dos Otoni n°742- sala 415
31 3245-3255

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, o médico fez residência médica em Ortopedia e Traumatologia no Hospital das Clínicas da UFMG e especialização em Cirurgia da Coluna na mesma instituição. O ortopedista tem Fellowship no CHU-Bourdeaux – França e no IRCCS Galeazzi Orthopaedic Institute GSPINE4 – Itália.  Dr. André é membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia de Minas Gerais, AOSPINE, North American Spine Society e da American Academy of Orthopaedics Surgeons.

Dr. Marcelo Horta Petrillo

Especialidade(s): Coluna

CRMMG: 50081 TEOT: 13321

Av. Barbacena 1018 - salas 1003 e 1004 - Santo Agostinho
31 3337-5742

Graduado em Medicina pela Unifenas BH e com especialização em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital Mater Dei, Dr. Marcelo Petrillo fez sua subespecialização em Cirurgia da Coluna  no Centro Mineiro de Cirurgia da Coluna Vertebral. É membro titular da Sociedade Norte Americana de Coluna (NASS), da AO Spine International/ Latin America e da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. O ortopedista é fellow em Cirurgia da Coluna Vertebral pela Rush Univesity/ Midwest Orthopaedics de Chicago e em Cirurgia da Coluna Vertebral e Cirurgia Endoscópica da Coluna Vertebral pelo Sant’Anna Hospital em Herne, Alemanha. O médico realizou treinamento em Alinhamento e Balanço Sagital da Coluna Vertebral na Loyola University de Chicago e em Prevenção de Complicações da Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna, NASS, em Burr Ridge, IL, além de treinamento em Cirurgia Endoscópica da Coluna Vertebral na Universidade de Dusseldorf e Cirurgia Endoscópica da Coluna Vertebral em Bonn, ambos na Alemanha.

Dr. Daniel Cunha de Araújo

Especialidade(s): Coluna

CRMMG: CRM-MG 58072 TEOT: TEOT 15044

Graduado em medicina pela Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, o médico fez residência em Ortopedia e Traumatologia no Hospital das Clínicas da UFMG e fellow em cirurgia de coluna no Hospital das Clínicas da UFMG e na Rede Mater Dei de Saúde.  O médico é membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e da AO SPINE (Sociedade Internacional de Ortopedia).

Solicite sua Consulta

Após recebermos seus dados, entraremos em contato para confirmar.
Se preferir, ligue: 31 3339-9636 ou via Whatsapp 31 99845-9711