Amputação de dedos em crianças é mais comum do que você imagina

Certamente já aconteceu com você: ao abrir alguma porta, você acidentalmente já esmagou o dedo. Se só de imaginar a cena você já sentiu a dor, imagine quando isso acontece com uma criança? E é mais comum do que você imagina, só que no caso delas, essa desatenção pode prejudicá-las permanentemente. Os acidentes nos casos mais graves podem até levar a amputação de um dedo.

De acordo com os dados Royal Society for the Prevention of Accidents cerca de 30.000 crianças esmagam seus dedos nas portas a cada ano e mais de 1.500 delas precisam ser operadas após o acidente. Os acidentes ocorrem principalmente em portas de segurança anti-incêndio, em portas de carro e dobradiças de portas, que nestes casos funcionam como guilhotinas. Crianças menores de quatro anos são as mais suscetíveis aos acidentes. Se isso acontecer, tente estancar o sangramento com um curativo e vá com a criança e o dedo amputado o mais rápido possível para o hospital.

O que fazer para evitar problemas tão graves? É recomendado inserir nas portas proteções como as feitas de espuma, ou de quaisquer outros materiais macios, que impeçam que a porta seja completamente fechada. Também existem dispositivos para serem colocados nas dobradiças de portas que impedem o seu fechamento. Ainda deve-se estar atento quando tiver que passar por estas portas com as crianças e não deixá-las brincar próximo a portas e muito menos com elas. É importante destacar que isso pode acontecer tanto no ambiente domiciliar quanto escolar, portanto, é necessária toda atenção possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×